CBR publica seu Código de Ética e Conduta

CBR publica seu Código de Ética e Conduta

Seguindo as orientações do Comitê Olímpico do Brasil, a Confederação Brasileira de Remo formalizou seu Código de Ética e Conduta (CEC).

Este documento define os princípios éticos e as diretrizes de comportamentos que devem pautar as atividades da confederação e de todos as pessoas que atuam junto a entidade.

A CBR participa desde 2018 do GET – Gestão, Ética e Transparência, programa de boas práticas em governança do COB. Através de um acompanhamento regular, são propostas novas ideias de gestão para tornar as confederações esportivas mais socialmente responsáveis. Dentro deste programa, também estão sendo feitos ajustes em outros setores da CBR, como a política de transparência.

O CEC deve ser lido e conhecido por atletas, técnicos, árbitros, funcionários e profissionais que participam das atividades da CBR. Respeitar estas diretrizes significa agir de forma honesta, valorizar o esporte nacional e contribuir para a boa imagem do remo. O documento ressalta os direitos e deveres de todos, indicando também a possibilidade de punições.

Registro feito durante as finais do Brasileiro de Barcos Curtos 2018, em São Paulo. Foto: Lucas Baptista
.

A CBR participa desde 2018 do GET – Gestão, Ética e Transparência, programa de boas práticas em governança do COB. Através de um acompanhamento regular, são propostas novas ideias de gestão para tornar as confederações esportivas mais socialmente responsáveis. Dentro deste programa, também estão sendo feitos ajustes em outros setores da CBR, como a política de transparência.

O CEC deve ser lido e conhecido por atletas, técnicos, árbitros, funcionários e profissionais que participam das atividades da CBR. Respeitar estas diretrizes significa agir de forma honesta, valorizar o esporte nacional e contribuir para a boa imagem do remo. O documento ressalta os direitos e deveres de todos, indicando também a possiblidade de punições.

• Acesse aqui o Código de Ética e Conduta da CBR >>

A partir de 2019, um Termo de Adesão e Compromisso deverá ser assinado por todos os profissionais abrangidos pelo código. O termo será inicialmente obrigatório para funcionários e para os convocados a Seleção Brasileira de Remo, ao longo do tempo se tornará obrigatório também para todos os profissionais envolvidos nas atividades da CBR.

O CEC não possui caráter definitivo, novas diretrizes podem ser incluídas conforme a necessidade da confederação ou sugestões da comunidade do remo. Comentários sobre o documento podem ser encaminhados através da nossa Ouvidoria. Eles serão avaliados e, se aceitos, incluídos em uma nova versão do documento. As atualizações do CEC serão sempre comunicadas via e-mail para toda a lista de contatos da CBR.

Fonte: Confederação Brasileira de Remo

Por Portal Remadas Remo 0 Comentários

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *